sexta-feira, 22 de junho de 2012

domingo, 10 de junho de 2012

EDP vai investir um milhão de euros na melhoria da rede eléctrica em S. Martinho do Porto


Já arrancaram as obras que vão permitir melhorar a rede de média tensão em S. Martinho do Porto. Até ao final do ano, num investimento que deverá ascender a um milhão de euros, os equipamentos actualmente existentes na vila vão ser substituídos por outros, “de última geração”, o que deverá permitir não só reconverter a nível de média tensão de 15 para 30 quilovolts (Kv), como também proteger a rede contra possíveis avarias ou actos de vandalismo.
A empreitada foi apresentada pela EDP Distribuição na passada segunda-feira, dia 4 de Junho, na Junta de Freguesia de S. Martinho do Porto. Uma ocasião para Pais Rocha, director de Redes e Clientes Tejo da empresa distribuidora de electricidade, defender que esta é uma “obra estruturante” para aquela localidade, que se enquadra num objectivo mais global, que é “melhorar a qualidade de serviço da Direcção de Rede e Clientes Tejo, em particular na zona Oeste”. Uma meta para a qual concorrem já as obras levadas a cabo em Alcobaça (em 2010) e Caldas da Rainha (final de 2011).
O responsável pela zona garantiu que, quando os trabalhos em São Martinho estiverem concluídos, a vila vai ter “uma rede com a última tecnologia” e deixará de ser “uma ilha” à qual a empresa tinha dificuldades em acorrer em caso de avaria. Até agora, a vila era alimentada apenas por um local, uma condicionante que vai mudar com a empreitada. Pais Rocha deixou ainda a promessa de celeridade numa obra que espera “que seja um contributo para o desenvolvimento de S. Martinho do Porto”.
Postos de transformação melhorados e 26 quilómetros de novos cabos são algumas das intervenções que serão feitas pela EDP, numa obra em que os responsáveis prometem tapar os buracos assim que os cabos estiverem devidamente colocados. Os trabalhos vão prolongar-se até ao final do ano, com interrupção nos meses de Julho, Agosto e primeira quinzena de Setembro, atendendo à afluência de turistas à vila balnear nos meses mais quentes.
A possibilidade desta obra trazer incómodos na época balnear era uma preocupação da Câmara de Alcobaça, que assim fica salvaguardada.

Equipamentos de última tecnologia vão permitir aumentar a qualidade da rede eléctrica de São Martinho e torná-la mais segura e protegida
Obras em 24 ruas
Os trabalhos da EDP vão decorrer em 24 ruas. Mas algumas destas serão apenas parcialmente afectadas, uma vez que “vão ser aproveitadas todas as tubagens já existentes”, explicou Paulo Agostinho, técnico da empresa.
As zonas a intervencionar, de forma faseada, são Rua Vasco da Gama (Serra dos Mangues), Rua Vasco da Gama (S. Martinho do Porto), EN 242 (Perfuração), Urbanização Simão (Rua D. Duarte I), Rua das Ginjeiras, Beco Comandante Alves, Estrada do Facho, Rua dos Restauradores, Rua Sacadura Cabral, Urbanização Falacha, Rua Santo António, Rua Cândido dos Reis, Rua Almirante Machado dos Santos, Rua Conde Avelar, Rua Marechal Carmona e Rua 1º Maio.